20 agosto, 2019

A mulher na sociedade atual


E aí Trintetes, tudo bem? 

        Hoje vamos conversar sobre a mulher na sociedade.
      Há décadas atrás a mulher ideal era aquela que a mulher era educada para ser dona de casa, esposa e mãe, ou seja, ficar entre quatro paredes fazendo os afazeres do lar.
        Ela vivia em função do homem e ainda não era valorizada.
      Mas, como eu vejo a mulher na sociedade atual? Essa é uma pergunta que envolve muitos aspectos pessoal, familiar, social, econômico e trabalhista. Vejo a mulher como um ser necessário e indispensável em todos os aspectos. Pois cada vez mais ela desenvolve um papel de protagonista dentro desse cenário. 
 Foto: Pixabay

      Apesar de existirem ainda muitas barreiras para serem quebradas. Por exemplo, uma herança cultural e patriarca que algumas pessoas ainda carregam sobre a submissão da mulher. E de maneira preconceituosa, como a própria palavra indica, elas, já tem um conceito formado sobre o papel da mulher, e por isso não aceitam que a mulher participe de forma ativa para a construção da sociedade.
     Em muitos espaços é possível observar lançamentos de olhares discriminatórios sobre mulheres que ocupam certos cargos como se ela fosse incapaz. Principalmente, se esses cargos ocupas são aqueles que são tidos como cargos masculinos. Por exemplo, pilotos de avião e presidente.
     E ainda recebem menos, mesmo ocupando a mesma posição. É injusto. Trabalhos iguais, salários iguais.
    Apesar de tudo, ao longo do tempo a mulher já ocupou um espaço razoável. Porque razoável? Por que apesar das nossas vitórias ainda existem muitos espaços para serem conquistados, com toda a capacidade que temos ainda não conquistamos o espaço ideal.  
     A igualdade de gênero ainda é um desafio a ser enfrentado. E quando eu falo igualdade de gênero estou querendo dizer,  ter os mesmos direitos, receber do mesmo jeito, já que prestamos os mesmos serviços, a mesma mão de obra. E nada mais justo. Não acham?


Por Noêmia Rolim

@autoretratooficial

Nenhum comentário:

Postar um comentário