24 agosto, 2019

Não é que não esteja doendo!

E aí Gatitas, tudo bem?

     Quantas pessoas estão sofrendo neste momento. E mesmo com toda essa dor permanecem em pé. Não se deixe se abater, não demonstram. E aí, o que acontece? Pessoas começam de julgar, por que você não está chorando, por que não está depressiva, por que não se trancou dentro do seu quarto escuro, comendo chocolate, com lenços espalhados pelo chão encharcado com suas lágrimas.
Imagem: Pixabay

      Na verdade o que a maioria das pessoas não entendem é que existe varias formas de lidar com a dor. E que ela não precisa ser exposta, pois ninguém vai resolve-la. As pessoas precisam aprender a respeitar o próximo e a maneira que cada pessoa sente e reage como sofrimento. Elas, precisam entender que:
      Não é que não esteja doendo, é que é preciso vencer essa dor que tenta consumir.
      Não é que não esteja doendo, é que é preciso sorrir.
      Não é que não esteja doendo, é que é ter amor próprio.
      Não é que não esteja doendo, é que é acreditar que tudo vai dar certo.
      Não é que não esteja doendo, é que é preciso ser mais eu.
      Não é que não esteja doendo, é que é preciso continuar.
      Não é que não esteja doendo, é que é preciso acreditar na cura.
      Não é que não esteja doendo, é que é possível ser feliz.
      E que não é por que está doendo, que é preciso desistir da vida. Afinal, a vida não para, ela segue firme e sempre em frente. Então não é porque está doendo que eu vou parar. Pois a dor ensina, torna mais forte e inspira a buscar sempre mais. A querer sempre mais. Mais sorriso, mais amor, mais confiança, mais presença, mais vida, dentro de tantas vidas que é possível ser vivida.
     Então, não julgue o próximo, não acredite que ele não tem problemas. Todos nós temos problemas.
    O que muda é a forma como vemos os problemas e reagimos quando estamos diante deles.


Por Noêmia Rolim
Siga-me @autoretratooficial
Youtube: Auto Retrato


Nenhum comentário:

Postar um comentário