19 maio, 2020

O passado e a autoestima


Desde a gravidez da sua mãe até hoje, você vem construindo sua história.
E nesse construção você viveu situações positivas e negativas, ou seja, momentos que fizeram você se sentir mal e momentos em que você sentiu feliz. E tudo isso foi ficando registrado na sua mente e interferi em sua vida até hoje, seja de forma consciente ou inconsciente. Inclusive, na sua autoestima. 
Segundo  Walter Riso, no seu livro Apaixone-se por si mesmo, ele afirma que: A imagem que você tem de si mesmo não é herdado ou geneticamente determinada, é aprendida. Isso significa dizer que, você pode achar que é uma pessoa azarada, ou você pode simplesmente se sentir uma pessoa fracassada. Por causa de tudo que você aprendeu ou, por causa de tudo que você vivenciou até chegar aqui. A partir de todas essas vivencias, você constrói uma autoimagem, ou seja, uma imagem de si mesma.
No seu passado você participou ou presenciou muitos acontecimentos e situações em que algumas foram boas, outras nem tanto e aquelas que foram terríveis e você foi dando sentido, você foi dando significado a cada um desses acontecimentos.
Por exemplo as relações com seus pais, seus avôs, seus professores, vizinhos e amigos.
Atividades ou atitudes onde foi repreendido, onde fui injustiçado, humilhado, mal tratado, reprimido.
Por exemplo, você não faz nada certo, você é burro. Você é tão feia, não sabe se arrumar, não sei porque você nasceu, e por aí vai. Você vai registrando  coisas negativas.
Que você não sabe fazer nada, que tudo que você faz só dá problema, que você não é bem vinda.

Imagem:pixabay.com

Ou ainda, você pode ser premiada, elogiada. Nossa que lindo esse desenho que você fez. Você fala tão bem. Obrigado você ajudou a mamãe. Assim, o que fica registrado são coisas positivas. 
Nossa eu faço as coisas certas , minha mãe agradeceu por que ajudei a ela. Eu sei desenhar, minha professora me elogiou. Minha amiga falou que eu me falo bem. São coisas positivas sobre você que você vai registrando ao longo do tempo.
E essas são apenas algumas situações.
Existe muitas outras situações que você vivenciou que foi moldando, que foi construindo a sua percepção, a visão que você tem de você mesma e que fez você chegar até esse momento.
Então, o que você precisa entender é que os acontecimentos, sejam eles bons ou ruins te trouxeram até aqui. Eles contribuíram para você construir sua autoimagem.
E se você não gosto do que você vê, você precisa identificar o porque você não gosto. 
Acontece que as vezes você não sabe nem por onde começar essa busca. Nesse caso, você precisa buscar ajudar profissional, que pode ser um psicólogo, coanching, analista corporal e comportamental e tantos outros profissionais.

Por Noêmia Rolim
@noemia.rolimm

Nenhum comentário:

Postar um comentário